Prefeitura arrecada R$ 4,4 milh√Ķes com megaleil√£o de im√≥veis


A maioria dos contribuintes que teria bens e imóveis leiloados judicialmente renegociou suas dívidas com o Município antes do megaleilão realizado na última sexta-feira (17). A Prefeitura de Londrina chegou a anunciar mais de 60 imóveis, mas somente três foram efetivamente arrematados, o que gerou uma arrecadação de R$ 4,4 milhões.

Em entrevista por telefone no início da tarde desta segunda-feira (20), o procurador-geral do Município, Paulo Valle, explicou que contribuintes compareceram à Secretária de Fazenda e à Praça de Atendimento da Prefeitura para saldar as dívidas. A maioria optou pelo parcelamento dos débitos. A maioria dos bens estava arrolada por dívidas com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre Serviços (ISS).

Ainda segundo o procurador, a Prefeitura irá analisar o valor arrematado no megaleilão para, assim, conseguir determinar a quantia que deve de fato voltar aos cofres públicos. “Precisamos avaliar se o valor arrematado é maior do que a dívida do contribuinte. Se for, essa diferença irá voltar ao proprietário. O restante, equivalente ao valor da dívida, é repassado ao Município”, explicou.

Um dos imóveis foi arrematado por R$ 4,2 milhões. Os outros dois por cerca de R$ 100 mil e R$ 40 mil. Um novo leilão de bens e imóveis deve ser realizado em 28 de abril.

 

Megaleilão aumentou procura por renegociação de dívidas

O anúncio do megaleilão fez com que o movimento no Balcão de Atendimento da Prefeitura de Londrina triplicasse, segundo o procurador-geral do Município, Paulo Valle. “Há muito tempo que a procura para tentar negociar as dívidas não era tão grande”, comentou.


O valor arrecadado no leilão volta como recurso livre para a Prefeitura, que pode investir o dinheiro em qualquer área que julgar necessária. Esta cifra, que pode ser menor do que os cerca de R$ 4,4 milhões arrecadados com o arremate dos três imóveis efetivamente leiloados, deve ser conhecido na quarta-feira (22).

 

Fonte: Jornal de Londrina