Servidores sofrem com falta de condições de trabalho.
Data: 19-01-2018

O Presidente do Sindserv Marcelo Urbaneja tem acompanhado a precariedade estrutural de alguns setores da prefeitura. Os diretores do sindicato estão fazendo levantamentos dos locais, para solicitar do prefeito, soluções que ofereçam melhores condições de trabalho aos Servidores.

Nesta quarta-feira (17/01), o diretor Fabio Molin, visitou as instalações do PAI (Pronto Atendimento Infantil) e do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

No PAI, a situação se agravou após as chuvas desse mês, parte do teto foi arrancado pelo vento, além de goteiras em diversos locais do prédio, infiltrações em diversos pontos da estrutura e produtos químicos expostos em área de comum acesso dos Servidores. Para o Diretor o risco de se permanecer no local é iminente “É imprescindível que os servidores que trabalham nesta unidade sejam realocados o mais rápido possível, a situação está emergencial, caso não seja feito uma mudança rápida teremos que fechar o local por outros meios” disse Molin.

Já no SAMU, a promessa de um novo complexo de atendimento é de longa data, mas a ideia ainda não saiu do papel. Ambulâncias novas estão paradas por falta de manutenção e o prédio onde estão alocados os Servidores não oferece o mínimo de estrutura para os que ali estão. “Temos cobrado insistentemente da Administração uma celeridade na construção do novo prédio do SAMU, já foram aprovados todos os processos agora só falta a vontade política de fazê-lo” concluiu o Diretor Sindical.

Além de apresentar essas situações na próxima reunião com o prefeito, uma agenda também foi solicitada com o Secretário de Saúde para saber o andamento dos projetos de reforma e construção dos prédios públicos de saúde.

Boletim Eletrônico
Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber nossa newsletter.
Nome:
E-mail: