Regional Norte da UGT-PARANÁ elege Marcelo Urbaneja


A Regional Norte da UGT-PARANÁ, realizou sua 4ª Plenária Regional, dia 22 de fevereiro, na sede do Sindserv-Londrina (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), em Londrina, PR. Participaram dirigentes sindicais de diversas cidades da região, representando várias categorias profissionais. Ao final do encontro foi feita a eleição da nova diretoria da Regional, elegendo Marcelo Urbaneja para a nova gestão.

Logo na abertura da plenária,  foi feita uma comovente homenagem ao presidente da Regional, Eder Pimenta, falecido recentemente.  Estiveram na mesa de abertura  o presidente do Sintespar (entidade que representa dos técnicos em segurança do trabalho), Adir de Souza, o presidente da FECEP ( federação que agrega os empregados no comércio no estado do Paraná), Leocides Fornazza, o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi e a presidente do Siemaco-Londrina (entidade representativa dos trabalhadores em asseio e conservação), Izabel  Aparecida de Oliveira Petitmaitre e o presidente do Sindsev- Londrina, Marcelo Urbaneja.

A integração entre as regionais da UGT, e o papel da central no cenário estadual foram  temas principais dos discursos. “A descentralização das decisões da UGT, vem fortalecendo as bases de atuação da central. E essa independência é crucial para que os sindicatos vençam esses tempos difíceis para o trabalhismo”, disse Paulo Rossi. Essa posição foi avalizada por Leocides Fornazza: “a “reinvenção” do movimento sindical passa pela dinâmica de comunicação que essas entidades têm com suas bases. Mais do que nunca precisamos nos comunicar, mostrando aos trabalhadores o que é verdade, e o que é mentira desse novo governo”, disse Leocides. A preocupação com os alarmantes números de mortes por acidente de trabalho foi tema levantado pelo presidente do Sintespar, Adir de Souza: “temos de ampliar a participação dos trabalhadores em campanhas como a do Abril Verde, denunciando o descaso para com a segurança no trabalho”, disse Adir. A dirigente Izabel Aparecida lembrou da importância das mulheres nos movimento sindicais: “lutamos pela igualdade de gênero em todos os momentos da sociedade, portanto, é imprescindível que as mulheres se integrem ainda mais no mundo do trabalho, participando de seus sindicatos, como associadas e dirigentes”, disse izabel.

Coube ao dirigente Marcelo Urbaneja, encabeçar a chapa, eleita por unanimidade, para dirigir a Regional Norte da UGT-PARANÁ, no processo eleitoral que encerrou as ações do congresso.

“Fico muito feliz por receber esse apoio, e principalmente, por terem depositado em mim, mais uma vez, a responsabilidade de dirigir uma regional tão importante para nosso estado”, disse Urbaneja, que fez questão nominar essa nova gestão de Eder Pimenta.

“Essa nova diretora terá pela frente grandes desafios, principalmente frente  a esse novo cenário que vem sendo construindo no Brasil, com a retirada de direitos trabalhistas e a tentativa de enfraquecimento do movimento sindical”, falou Urbaneja.

FONTE: UGT PARANÁ