Sindserv alerta para o deficit de servidores da sa├║de!


Sindserv cobra a contrata├ž├úo emergencial

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Londrina (SINDSERV), alerta, mais uma vez, para a falta de estrutura da rede de saúde pública do município. Há vários fatores que contribuem para a precarização, e agora, na iminência de eventos tão graves o sistema municipal de saúde poderá entrar em colapso. Situação que só pode ser resolvida com investimentos no quadro de pessoal e nas condições de trabalho dos Servidores Públicos do Município de Londrina.

São quase mil funcionários que ao longo das últimas administrações se aposentaram ou saíram do serviço público sem que suas vagas fossem repostas.

 Isso sem levarmos em consideração fatores importantes como: aumento do contingente populacional perante o número de Servidores, migração dos usuários da rede privada (planos de saúde) para o sistema de saúde pública e a ampliação da rede de assistência dos serviços municipais (novas UBS´s, UPA´s e novos serviços), sem a devida reposição e ampliação do quadro de Servidores Públicos por anos.

Na epidemia de Dengue que estamos vivenciando, a Administração Municipal tem convocado os Servidores a realizar serviços extraordinários (horas extras), muito além do que determina a lei. Isso tem um custo, não apenas financeiro, como também o adoecimento de profissionais da Saúde, que ficam por longos períodos exposto ao trabalho extenuante e insalubre.

A chegada da pandemia do Corona Vírus traz previsões alarmantes. Em cenário normal já encontramos problemas estruturais e o sobrecarga nos Servidores da Saúde, que fazem seu trabalho com muito empenho e eficiência. Estamos vivendo um momento atípico, onde uma epidemia (Dengue) e uma Pandemia (Corona Vírus – Convid-19) multiplicarão o número de procura pelos serviços de saúde.

Ontem (16), durante coletiva de imprensa, o Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, falou sobre todas as medidas que irão ser tomadas preventivamente para conter o Corona vírus. Para nossa decepção, não foi anunciada nenhuma medida que pudesse sanar ou ao menos amenizar essa situação crônica denunciada há anos pelo Sindserv. 

Esse esquecimento para com o Funcionalismo Público torna toda e qualquer medida incompleta.  Por isso, o Sindserv cobra a reposição dos quadros dos Servidores de forma urgente, através do chamamento de concursados que aguardam a nomeação.  O Município apresenta condições financeiras superavitárias para tal, não podendo estes valores serem destinados somente para investimentos em obras estruturais e recapeamento asfáltico. É o Servidor Público que atende diretamente à população, sem ELES não será possível o combate efetivo desta grande ameaça mundial.

Veja quadro abaixo: