SINDSERV CONQUISTA REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO DE 2022


O valor j√° consta no pagamento de fevereiro

O Presidente do Sindserv, Fábio Molin e sua diretoria se reuniram com o prefeito, Marcelo Belinati, o secretário de Planejamento, Marcelo Canhada e o secretário de saúde, Felippe Machado, na tarde de 27 de janeiro, no gabinete do prefeito, para dar continuidade à negociação da pauta de reivindicação dos Servidores Municipais.

Entre os assuntos que envolveram maior debate e discussão, foram a data base de 2022 e a reposição da inflação de 2021, que foi congelada por conta da Lei federal complementar 173. Com relação aos 4,56%, congelados em 2021, o prefeito continua a afirmar não sentir segurança jurídica para conceder, pois acredita que a LEI 173 ainda não foi pacificada. Molin, cobrou o parecer da Procuradoria Geral sobre a possibilidade de pagamento, sendo informado que este ainda não está pronto.

O Sindserv apresentou para a Administração, diversas formas como a reposição desses valores poderiam ocorrer. O prefeito solicitou prazo para analisar os estudos apresentados pelo Sindicato. O índice apurado no período em 10,6%. Após intensas discussões, o Sindserv conseguiu demostrar a possibilidade desse pagamento. Conquistando o pagamento total da recomposição salarial de 2021, para o final de fevereiro, essa porcentagem também irá refletir nos demais itens que integram a remuneração, incluindo o auxílio alimentação.

Além disso, também foi informado que a Licença Prêmio da saúde que estava represada no ano passado, será paga para os quase 700 Servidores que a aguardavam, gerando um impacto de mais dois milhões de reais. O valor já constará no vencimento de amanhã (28).

O Presidente do Sindserv reafirma o seu compromisso de não abrir mão de nenhum direito do Servidor “Após um ano nefasto, onde tivemos perdas financeiras e pessoais, como foi o ano passado, iniciar 2022 conquistando uma reposição tão significativa quanto essa é um grande incentivo para continuarmos lutando por melhores condições de trabalho, salário e vida dos nossos servidores municipais” Concluiu Molin.